top of page
Design sem nome.gif
  • Info Serrinha e Região

Seis equipes do interior anunciam treinadores visando estreia do Baianão 2024

Competição estadual começa em janeiro e contará com dez equipes.


Com data para ser iniciado, 14 de janeiro, o Campeonato Baiano 2024 já mexe com os clubes do interior. Das dez equipes na disputa, oito não são de Salvador, e dessas, seis já se movimentaram, iniciaram as preparações, e anunciaram os treinadores para a abertura da temporada.


Dos clubes do interior que têm técnicos confirmados, somente o Juazeirense anunciou a renovação com Carlos Rabelo. Todas as outras equipes buscaram novidades.


Bicampeão em 2020 e 2021, o Atlético de Alagoinhas anunciou o treinador Zé Carlos Leal, que tem passagens por clubes como Confiança, Anapolina (GO) e Amazonas (AM). O Jacobina acertou com o técnico Alex Alves, que treinou equipes como Audax Osasco, Portuguesa, Juventus (SP) e Nacional (SP). O Barcelona de Ilhéus oficializou Betinho como técnico. O profissional atuou em clubes como Unirb, Carmopólis e Lagarto (SE).

De olho no calendário cheio em 2024, o Itabuna, que irá disputar o Baianão, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Brasileiro Série D, anunciou Mathaus Sodré como novo técnico. Como treinador passor por equipes como Águia de Marabá, onde foi campeão paraense e Zheijiang, da China. Já o Jequié, que conquistou o título da Série B do Baiano de 2023, contratou Gabardo Junior, que atuou como auxiliar técnico de Renato Gaúcho no Grêmio, e trabalhou por mais de uma década nas divisões de base do time gaúcho.


Do interior, apenas Bahia de Feira e Jacuipense não anunciaram os novos treinadores. Da capital, Léo Condé está mantido no comando técnico do Vitória, e Rogério Ceni tem contrato com o Bahia até 2025, por isso também pode seguir no cargo.

コメント


Design sem nome.gif
bottom of page