top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

Jair Bolsonaro pode ser obrigado a devolver valores de gastos indevidos com cartão corporativo

Ex-presidente teria utilizado o cartão para uso eleitorais, o que não é permitido.


A farra com o cartão corporativo feita Jair Bolsonaro pode ter grave consequência para o ex-presidente. A Advocacia Geral da União (AGU) estuda pedir ressarcimento dos gastos que forem comprovados como indevidos.


Já foi divulgado que o ex-presidente utilizou o cartão corportativo para custear combustíveis em motociatas, hospedagens, remédios, e comidas como picanha, caviar e camarão.


Segundo o blog de Bela Megale, no site O Globo, a AGU está buscando informações relacionadas as despesas do cartão e fazendo cruzamentos para confirmar se os gastos ocorreram durante período eleitoral e com esses fins, o que é ilegal. Sendo comprovada a ilegalidade o ex-presidente terá que restituir o valor utilizado.


Foto: Ivan PACHECO / AFP



Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page