top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

Vice-governador João Leão se mostra chateado com PT e diz que partido vai refletir sobre o futuro

Existe a possibilidade do partido apoiar ACM Neto ou lançar candidatura própria ao Governo do Estado.


O vice-governador da Bahia, João Leão, colocou em xeque a aliança que tem há quase 16 anos com o PT. Devido a indefinição do nome da base aliada para concorrer ao Governo do Estado, e após não assumir o governo por nove meses, o partido pode partir em debandada, abandonar a base e migrar para outro grupo.


Em Brasília o vice-governador João Leão não concordou com os posicionamentos do senador Jaques Wagnere e deixou em aberta a permanência do PP na base do governo. "Após as declarações do senador Jaques Wagner, em entrevista no início da semana, descumprindo alinhamentos construídos fruto de amplo diálogo, o PP da Bahia precisa refletir sobre seu futuro nas eleições estaduais deste ano".


Segundo João Leão, o PP não foi respeitado pela base do governo. "Qualquer decisão que o PP venha tomar sobre nossos rumos no estado será alinhada com as nossas bancadas, e também passará por uma conversa com o governador Rui Costa e com o ex-presidente Lula, com quem esteve nos últimos dias. Trabalhamos muito pelo nosso estado e o legado do PP precisa ser respeitado, da mesma forma como temos nutrido respeito por todos os nossos aliados".


O PP analisa três possíveis cenários para as eleições na Bahia: ter candidatura própria, seguir apoiando a base do Governo ou migrar e apoiar ACM Neto.

Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page