top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

Senador Otto Alencar destaca importância de alianças éticas e democráticas para fortalecer a base

Senador avaliou a possibilidade de integrar oposicionistas ao grupo político, porém ressalta limitações.


O senador da República Otto Alencar (PSD/BA) concedeu entrevista na manhã desta terça-feira, 5, na Rádio Continental AM onde falou sobre as conversas voltadas para o pleito eleitoral de 2024.


Segundo Otto Alencar, o conselho político do governador Jerônimo Rodrigues já vem realizando reuniões visando as próximas eleições, e quer fortalecer as campanhas nas 70 maiores cidades do estado, onde se buscará alianças".


"Tivemos quatro reuniões do Conselho político do governo Jerônimo. No sábado a gente discutiu temas importantes, sobretudo nas 70 maiores cidades vamos buscar uma unidade com os partidos aliados e que tiveram na campanha do presidente Lula, do governador Jerônimo, na nossa campanha para senador e nossos deputados, mas é claro que toda regra há suas exceções. Estamos buscando essas alianças, e o PSD vai seguir muito nisso".


O senador Otto Alencar se manifestou sobre possíveis participações de opositores na base do governo. "Não gosto de olhar para trás, ficar fazendo marcação ou com picuinhas com quem votou ou não votou, me interessa o futuro do país...Vou ter uma reunião com o Caetano, que é secretário, para discutirmos caso por caso e tomar as decisões absolutamente todas dentro da ética e da democracia, e buscar um caminho para ter alianças dentro do nosso grupo, e isso é o que pensa o governador".


Na conversa, Otto não fechou as portas para quem foi oposição na campanha de 2022, porém afirmou que quem passar a integrar o grupo não terá as mesmas condições que terão aqueles que estão na base desde a eleição estadual. "Quem votou contra, deve ter o discernimento e a consciência, que não tendo votado para construir o governo, deve continuar fazendo oposição. Acho que quem discordou do presidente Lula pode até vim para ajudar o Governo, mas não querendo cargos, atrás de recursos, essas ações todas que considero que não são suficientes para respaldar a conduta de um político".


Otto Alencar se reelegeu senador na última eleição.


Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page