top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

Rede Jovem Pan é investigada por incitar atos terroristas em Brasília

Conduta da emissora está sendo investigada pelo Ministério Público Federal.


O Ministério Público Federal de São Paulo instaurou inquérito civil no intuito de apurar as condutas da rede Jovem Pan no qual teriam disseminados materiais falsos, que teriam incentivados atos antidemocráticos culminando na invasão e depredação do patrimônio público em Brasília.


Segundo o MPF a Jovem Pan "sistematicamente fake news e discursos que atentam contra a ordem institucional, em um período que coincide com a escalada de movimentos golpistas e violentos em todo o país".


Ainda de acordo com o MPF comentaristas da Jovem Pan teriam buscado minimizar os ataques ocorridos no último domingo, 8, em Brasília chamando de "poder do povo", "manifestação claramente pacífica", além de reforçaram a tese que os vandalismos foram cometidos por infiltrados.


“Tendem a violar tais finalidades educativas e informativas, e em especial valores éticos da pessoa humana, conteúdos que sistematicamente veiculam desinformação sobre o funcionamento das instituições democráticas do país e, sobretudo, que incitam violência e ruptura em face dos Poderes estabelecidos”, destacou o MPF na portaria de instauração do inquérito.


Foram solicitadas, em um prazo de 15 dias, informações detalhadas sobre a programação da emissora, dados pessoais dos apresentadores, comentaristas, além disso o MPF determinou que o Youtube indique os vídeos que foram alvos de moderação de conteúdo em 2022.


Será investigada a conduta da Jovem Pan, e providências como multas, indenizações por dado moral coletivo, suspensão da concessão por 30 dias, e até mesmo a cassação em definitivo podem ser aplicadas.

Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page