top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Thiego Souza

Paulo Bahia lamenta pedido de afastamento dentro do PT e rechaça: "não é o Diretório, é uma parte dele"


Vice-presidente do PT Serrinha elogiou a disputa interna, mas pediu cautela nas ações.

Foto: Thiego Souza/Info!


A disputa interna para saber quem será o pré-candidato a prefeito de Serrinha pelo PT segue acirrada, e com ambos os lados buscando se fortalecer para ser o escolhido. O pré-candidato Sandro Magalhães tem ao seu lado o apoio de Paulo Bahia, atual vice-presidente do partido no município, que, em entrevista ao Info! comentou sobre a disputa interna, elogiou o fato do Partido dos Trabalhadores contar com dois nomes, lamentou o fato do outro grupo ter pedido o afastamento de Sandro da presidência, e pregou a união política.


As pré-candidaturas de Sandro e Gika foram elogiadas por Paulo Bahia, porém o vice-presidente do PT Serrinha pediu cautela nas decisões. "Para nós petistas com mais de quatro décadas é muito natural o embate, o debate interno no PT, principalmente quando tem duas pré-candidaturas qualificadas, e eu enquanto vice-presidente encaro com a maior naturalidade possível essas discussões, agora o que não pode é extrapolar os limites. Nessa disputa o que não pode é o debate interno se tornar uma briga de foice no escuro. A gente não defende isso, defendemos a união. Meu pré-candidato é Sandro, mas jamais irei tomar alguma posição que prejudique a pré-candidatura de Gika. Até que o partido decida é precisa que a gente tenha cautela em nossas posições".


O vice-presidente lamentou o fato do grupo de apoiadores de Gika ter pedido o afastamento de Sandro Magalhães da presidência, afirmando que decisões desse porte precisam seguir o que rege o Estatuto do partido. "O Diretório Executivo do PT é composto por várias forças políticas, ou seja, vários agrupamentos, e a gente não vai podar nenhum agrupamento de se reunir para discutir a eleição de 2024, só que não é o Diretório, é uma parte do Diretório, e tem todo direito de fazer as documentações e argumentações, mas daí a conseguir algo há uma distância enorme. Foi uma total falta de informação porque qualquer solicitação ou argumentação desse tipo para afastar um presidente tem que ter no mínimo uma reunião com todos os filiados e os membros do Diretoria e a maioria das Executiva, não simplesmente chegar e pedir para tirar um presidente, não é assim que o PT funciona e é preciso que as pessoas tenham conhecimento da sua reivindicação, não é fazer a toa, sem fundamento, e ainda mais externar porque nós costumamos lavar nossas roupas sujas em casa".


Paulo Bahia pediu que haja uma mudança de pensamentos pois situações externadas enfraquecem o partido. "Acho que foi um momento impensado, conheço as pessoas que participaram dessa reunião, não acho que foi maldade, mas de qualquer modo é bom que se repense algumas posições porque isso faz enfraquecer nossa luta, e nossa luta é ter pré-candidatura própria".


Apesar dos embates, Paulo Bahia acredita na união de todo PT em Serrinha, e afirmou que o Diretório Estadual só será acionado caso não haja de fato uma decisão do Municipal. "Houve alguns pedidos de prévias, o que foi rechaçado porque seria um desgaste muito grande dentro do Partido. Ficaram duas pré-candidaturas, e elas têm um limite para se discutir. Acredito que a união do PT virá porque as discussões internas têm o objetivo de aprimorar, e cada um está em sua pré-candidatura. Tem uns ritos do PT, e isso precisa respeitado. Caso o Diretório Municipal não consiga resolver, aí é encaminhado para a Estadual".


O vice-presidente mandou um recado aos filiados, e afirmou que, independentemente de quem seja o escolhido, o Partido dos Trabalhadores terá candidato a prefeito em Serrinha. "Nós vamos ter candidato próprio, vamos ter 18 candidatos a vereadores, somos um partido com o maior número de filiados em Serrinha, e eles precisam servir de multiplicadores. Seja Sandro ou seja Gika, a gente defende a união".


Paulo Bahia integra o Conselho Político do pré-candidato Sandro Magalhães, e será debatido em reunião se serão tomadas medidas cabíveis para evitar esse tipo de atitude consideradas pelo grupo como "ilegal".

Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page