top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

"Pai do Auxílio Brasil" e outros deputados baianos votam contra texto-base da PEC da Transição

Aprovação garante a manutenção do pagamento de R$ 600 no programa Bolsa Família.


Por 331 a 168 a Câmara dos Deputados aprovou primeiro turno a PEC da Transição (32/22, do Senado), que permite do governo que tomará posse em 01 de janeiro de 2023 deixar fora do teto de gastos o valor de R$ 145 bilhões nos orçamentos de 2023 e 2024 no intuito de bancar as despesas do Bolsa Família, Auxílio Gás e Farmácia Popular.


Dos 168 votos contra quatro são de deputados baianos. João Roma (PL), que se intitula como "pai do Auxílio Brasil", Marcelo Nilo (Republicanos), Márcio Marinho (Republicanos) e Alex Santana (Republicanos).


A grande maioria dos deputados que votaram contra pertencem ao PL e Republicanos, que estiveram ao lado de Jair Bolsonaro durante a campanha. Alguns parlamentares do União Brasil, PP, MDB e PDT também foram contra o projeto.


Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli também foram contra a PEC da Transição, mas foram derrotados.


A aprovação do projeto viabiliza o pagamento dos R$ 600 do Bolsa Família e mais R$ 150 para crianças até seis anos, o que foi uma das principais promessas de campanha do presidente eleito Lula.

תגובות


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page