top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

Mariana Cunha elogia montagem do PSD visando eleições e destaca retornos de Ferreirinha e Edylene Ferreira

Em entrevista, a ex-vereadora comentou sobre a montagem do PSD e analisou os retornos de Ferreirinha e Edylene Ferreira.

A ex-vereadora (2017-2020) e atual pré-candidata a uma cadeira no Poder Legislativo Mariana Cunha participou na última segunda-feira, 22, do Podcast Politicando, e entre os temas abordados, elogiou a montagem do PSD para as eleições 2024, e destacou o retorno da vereadora Edylene Ferreira, que se filiou e vai disputar o pleito eleitoral de outubro pelo partido.


Mariana explicou como se deu o processo de retorno de Ferreirinha e Edylene ao PSD, afirmando que houve aceitação do grupo. "Nós tivemos uma visão diferenciada porque nosso grupo é muito democrático. Misael é um presidente muito democrático. Chamamos o nosso grupo, informamos a possibilidade de Edylene vim para somar, e entendemos que ela não veio para tomar cadeira de ninguém. Hoje nós temos, sem erro, sem medo de errar, o maior partido da cidade. Pode vim quem quiser. Eles vieram para somar com nosso partido e para mostrar a força que o PSD vai ter na cidade".


Segundo Mariana, a vereadora Edylene Ferreira irá ajudar o PSD a elevar a votação em Serrinha, o que pode beneficiar a legenda no resultado final. "Edylene vai ajudar a votação do partido, a quantidade de votos que nosso partido terá. Quem sabe fazer conta não vai falar besteira".


Mariana Cunha elogiou a montagem do partido. "Acho que o PSD é o único partido totalmente misto em Serrinha em questão de gênero porque temos metade de mulheres e metade de homens, então montamos um partido forte e com representatividade feminina".


A pré-candidata Mariana Cunha disputou a eleição de 2020 na chapa com Osni Cardoso, onde esteve como candidata a vice-prefeita. Atualmente, a ex-vereadora está como presidente do PSD Mulher.

Comments


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page