top of page
banneriptu_2024Prancheta-1.png
  • Info Serrinha e Região

"Lixão" de município da região do sisal entra na mira do Ministério Público

Ação exige que município atenda às normas vigentes.


As possíveis irregularidades no "lixão" localizado no município de Cansanção estão na mira Ministério Publico da Bahia, que ajuizou na última terça-feira, 30, uma ação civil pública no qual solicita que a Prefeitura atenda às normas vigentes no prazo de seis meses.


De acordo com o promotor de Justiça Adriano Nunes de Souza, irregularidades no local são apontadas desde 2010, porém pouco teria sido feito para sanar as questões, entre elas a entrada de pessoas não autorizadas e animais.


O MP solicitou na ação que o município mantenha a área do lixão fechada de maneira permanente, com estruturas fixas que impeçam o acesso de pessoas não autorizadas, e utilizando placas com os anúncios ‘Proibida a entrada de pessoas não autorizadas’ e ‘Perigo: substâncias tóxicas, inflamáveis e infectantes/contaminantes’, no prazo de 30 dias.


Outras exigências foram feitas na ação do MP como a permanência de um servidor no local para exercer controle da entrada de caminhões, vigilância da área, proibição do trabalho de catadores de materiais reutilizáveis, não promover a queima de resíduos sólidos, e afixação de placas de advertência em toda área.

Comentários


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page