top of page
Design sem nome.gif
  • Info Serrinha e Região

Justiça de estado brasileiro condena homem a mais de 10 anos de prisão por "estupro virtual"

Homem cometeu o crime em 2015 e foi descoberto após minuciosa investigação.


Pela primeira vez no Brasil uma pessoa condenada pelo crime de estupro virtual. A condenação inédita de 12 anos 9 meses de prisão aconteceu contra um homem no Rio Grande do Sul.


O crime contra uma criança de 10 anos aconteceu em 2015. O pequeno acessou o site americano Omegle, que é uma plataforma de conversas anônimas, e conheceu no chat um usuário de codinome 'Pedro Dalsch', de 27 anos. Os dois passara a conversar em outras plataformas virtuais, e durante os diálogos o criminoso fazia solicitações de cunho sexual para o pequeno por meio da câmera de vídeo.


O crime foi descoberto pelo pai do garoto após acessar as redes sociais da criança, fazendo a denúncia no Ministéio Público do Rio Grande do Sul após tomar conhecimento dos fatos.


Foi feita uma investigação minuciosa, e foi descoberto que o criminoso utilizava um computador ligado à internet de uma universidade do estado do Rio Grande do Sul. O suspeito foi descoberto e durante cumprimento de mandado de busca e apreensão os policiais localizaram mais de seis mil imagens de pedofilia.


Mesmo com a resistência por pessoas do Ministério Público a denúncia foi levada adiante e a Justiça condenou o "predador sexual", sendo essa uma condenação inédita no Brasil.

Comentarios


Design sem nome.gif
bottom of page