top of page
Design sem nome.gif
  • Info Serrinha e Região

Juiz Eleitoral julga procedente ação que pede cassação da chapa Adriano/Moreno; Cabem recursos

Afastamento não é imediato. Ação foi movida devido a possível abuso de poder político na eleição de 2020.


O juiz eleitoral de Conceição do Coité, Gerivaldo Alves Neiva, julgou procedente a ação na qual é pedida a cassação dos diplomas e dos mandatos do prefeito de Serrinha, Adriano Lima, e do vice-prefeito Moreno Ferreira.


A ação foi movida pela Coligação Força do Trabalho, que teve como candidato a prefeito o atual secretário de Desenvolvimento Rural, Osni Cardoso, e a ex-vereadora e candidata a vice-prefeita Mariana Cunha.


Na ação foram apresentados elementos que, segundo os autores, são caracterizados como abuso de poder político, e também porque foram verificadas uma grande quantidade de contratações feitas pela Fundação Valença em período eleitoral, onde houve um acréscimo de 53,39% de novos contratados em outubro levando em consideração e se comparando ao mês de fevereiro de 2020.


"Com certeza vão entrar com recurso, mas existem provas concretas. Minha sensação hoje é de dever cumprido, já que com muita paciência estou vendo a justiça ser feita, conseguimos provar que houve crime eleitoral, abuso de poder político por parte do gestor nas eleições passadas", disse a ex-vereadora Mariana Cunha, ao Info Serrinha.


Procurado pelo Info Serrinha o procurador do Município, Dr. Cyro Novais, afirmou que essa é uma decisão em 1ª instância, que cabem recursos, não há afastamento imediato, e que só haverá qualquer tipo de pronunciamento após a publicação da decisão.


Os autos foram encaminhados ao Ministério Público do Estado da Bahia para adotar todas as providências.


Comments


Design sem nome.gif
bottom of page