top of page
Design sem nome.gif
  • Info Serrinha e Região

Futura ministra da Cultura celebra retorno da pasta: "emprega mais de 5 milhões de trabalhadores"

Um dos objetivos da futura ministra é colocar em prática leis de incentivo à cultura.


Indicado como futura ministra da Cultura, a cantora baiana Margareth Menezes utilizou as redes sociais para celebrar a recriação da pasta e a valorização do setor no novo governo. O setor cultural foi um dos que menos teve apoio e incentivos na atual gestão.


Segundo Margareth Menezes o retorno do Ministério da Cultura é importante pois o setor ajuda a movimentar a economia e gera milhões de empregos. "Pra mim é muito importante poder anunciar que, depois de quatro anos de descaso na Cultura, finalmente, poderemos realizar! Unindo forças entre setor cultural, governo de transição e Congresso Nacional, garantimos um recurso orçamentário histórico que nos possibilitará reconstruir o Ministério da Cultura e também colocar em prática as Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2, voltando a movimentar esse setor que emprega mais de 5 milhões de trabalhadoras e trabalhadores. É uma vitória enorme pra Cultura nesse final de ano".


Ainda de acordo com a futura ministra o retorno do Ministério da Cultura é um marco para a retomada de um novo ciclo no país, o que vai ajudar na geração de mais empregos e renda. "Graças à sensibilidade do presidente Lula, que identificou no setor cultural uma força econômica, e reafirmando a importância que esse setor terá em seu governo, como gerador de emprego e renda. Em 2023 a cultura e as artes terão orçamento garantido e contarão com a recriação do MinC, com estrutura adequada para voltar a impulsionar o setor com toda a sua diversidade. É, verdadeiramente, o começo de um novo ciclo para a Cultura desse país!".

Kommentare


Design sem nome.gif
bottom of page