top of page
banner_728X90 (1).png
  • Info Serrinha e Região

Bolsonaro se intitula "pai do pix"; Ciro Gomes contesta e pede que peça eleitoral seja tirada do ar

Sistema foi desenvolvido pelo Banco Central.



Buscando a reeleição como Presidente da República, o candidato Jair Bolsonaro lançou uma peça eleitoral no qual se intitula "pai do Pix", afirmando que foi no governo dele que o sistema foi criado. O oponente Ciro Gomes (PDT) entrou com uma ação no TSE solicitando a retirada do material alegando que não condiz com a realidade.


O sistema de pagamentos instantâneos foi lançado oficialmente em 2020, durante a gestão de Bolsonaro, porém a tecnologia foi desenvolvida em 2016 pelo Banco Central durante o mandato de Michel Temer. Em 2018, seis meses antes da eleição naquele ano, o Banco Central criou um grupo de trabalho que chamou de "Pagamentos Instantâneos", que ficou responsável por produzir as especificações básicas do sistema.


No mesmo dia do lançamento do pix o presidente Jair Bolsonaro acreditava que o sistema era relacionado a algo voltado para a aviação civil. "Tem um documento aí [do Ministério da Infraestrutura] esta semana que vai praticamente desregulamentar, desburocratizar tudo sobre aviação civil... Carteira de habilitação para piloto". Em seguida afirmou não conhecer o sistema. "Não tomei conhecimento, vou conversar essa semana com Campos Neto".


No documento entregue ao TSE, o PDT alega que a peça possui “conteúdo desinformativo e detém o condão de ludibriar os eleitores". Nesta segunda-feira, 05, já houve a divulgação do material no rádio e na TV.


119144---BNI-728x90px-NOVA-BAHIA-SECOM-2024.png
bottom of page