top of page
banner_728X90 (1).png
  • Thiego Souza

Audiência Pública na Câmara de Vereadores discutiu projeto de esgotamento sanitário em Serrinha

Embasa apresentou um projeto e mostrou as etapas da obra, que podem ser iniciadas ainda em 2024.



A Câmara Municipal de Serrinha recebeu na manhã desta quinta-feira, 01, uma Audiência Pública na qual se tratou sobre o projeto de esgotamento sanitário de Serrinha com ênfase no Açude do Gravatá.


Diversas representações das comunidades que ficam no e torno do açude, além de lideranças políticas, representantes de Movimentos, de comunidades, e propostos da Embasa estiveram presentes no encontro.


"O objetivo dessa Audiência foi discutir o projeto de esgotamento sanitário previsto para Serrinha, e buscar ênfase desse esgotamento sanitário na nossa área do Açude do Gravatá, que é um importante recurso hídrico da nossa cidade que sofre impactos ambientais cotidianos no processo de urbanização existente no entorno do Açude", afirmou o secretário de Meio Ambiente de Serrinha, Diego Tomaz.


Profissionais e técnicos que atuam no Conselho do Meio Ambiente apresentaram as análises físcias e químicas da água do açude, além dos impactos sócioambiental que o corpo hídrico sofre com os esgotamento sendo lançado no local.



A Embasa, através do supervisor, Victor Andrade, que faz parte do corpo técnico, e foi um dos representantes da Diretora Executiva Rita Bonfim, que não pôde estar presente, fez uma Apresentação do sistema de esgotamento sanitário, como é o trajeto da coleta até a destinação final, além disso trouxe um histórico das etapas para a realização do projeto básico de esgotamento sanitário em Serrinha, que foi elaborado em 2016, e em 2022 ocorreu a contratação da revisão do projeto básico.


De acordo com uma representante da Embasa, já está garantido o recurso de R$ 146,9 milhões para a primeira etapa das obras de esgotamento sanitário, sendo R$ 135,2 milhões para obras, R$ 4,4 milhões para trabalhos sociais, e R$ 7,3 milhões para outras atividades, com início de execução previsto para o 4º trimestre de 2024, e a segunda etapa com início da execução no 2º trimestre de 2026.



728x90 Interior 2.jpg
bottom of page